Linhas da ePiso podem ser produzidas a partir de PVC reciclado e também ser recicladas.

ePiso

A poluição marinha por lixo plástico impõe perigo ao equilíbrio dos oceanos e para a economia mundial. Os custos resultantes dos seus efeitos negativos sobre os ecossistemas somam US$ 2,5 trilhões por ano, segundo um estudo publicado no Boletim da Poluição Marinha. Até 2025, os oceanos estarão três vezes mais poluídos com plástico, atingindo a marca de 5,25 trilhões de pedaços. Isso acontece porque o PVC, um dos plásticos mais produzidos no mundo, com vida útil de, no mínimo, 50 anos. O material não deveria estar nos oceanos, pois é reciclável (na verdade pode ser reciclado diversas vezes devido à sua composição química).

O PVC é a matéria prima principal dos revestimentos vinílicos das diversas linhas da ePiso e confere características como durabilidade, impermeabilidade, conforto térmico e acústico e facilidade de manutenção, o que o torna hoje uma das melhores escolhas para os projetos de interiores.

A indústria de reciclagem do PVC no Brasil tem um nível operacional de 75%, ou seja, ela é 25% ociosa. Há um déficit de resíduo a ser reciclado devido à falta de coleta seletiva. Apenas entre 100 e 150 cidades brasileiras têm algum sistema de coleta seletiva. O país reciclou 17,1% do PVC pós-consumo gerado em 2014. Esse número corresponde a 22,9 mil das 134.2 mil toneladas. Se houvesse um sistema mais abrangente, além do trabalho realizado pelos catadores, a reciclagem seria maior. Um dado importante é que isso também está relacionado à longa vida útil do PVC, muito utilizado no setor da construção civil. Pode-se dizer que o PVC é um material simples de ser coletado, transportado, armazenado e reciclado. Sua transformação em novos produtos, como os revestimentos vinílicos, ajuda a reduzir os problemas ambie ntais e de saúde pública.

As linhas da ePiso podem ser aplicadas tanto no piso, como na parede e até mesmo teto; sobretudo as que têm espessura mais fina, como a Wood Planks, a EcoHome, EcoClick e a EcoRock – ideais para espaços residenciais e corporativo de tráfego leve. São diversas as opções de padrões e formatos das réguas. Mesmo os revestimentos especialmente desenvolvidos para ambientes corporativos, como a EcoCorp, EcoContract e EcoContract Stripes, também são sustentáveis.

Recentemente a ePiso lançou a linha ePratik que pode ser facilmente instalada. Disponível em réguas de 5,5 mm espessura total (sendo 1,5 mm de uma manta de EVA, que é colada às réguas) e uma capa de uso de 0,2 mm. Dentro da base foi inserida uma manta de fibra de vidro, que proporciona uma estabilidade dimensional superior. Graças a este recurso, com este produto o contrapiso não tem que ser tão liso quanto nas instalações normais. Pequenas imperfeições são absorvidas pela manta de EVA, eliminando numa grande parte das obras, a necessidade de preparar o contrapiso.

Serviço:
ePiso
(21) 2225-6277
episo.com.br