No final de janeiro, acompanhamos o caso de um acidente ocorrido em um prédio no Guarujá: uma criança de 5 anos faleceu depois de cair do 5º andar de uma janela onde o vidro cedeu.

PKO do Brasil

Apesar de as causas do acidente ainda estarem sob investigação, casos como esse nos fazem pensar na importância do uso das normas na construção civil.

As normas técnicas funcionam como uma fonte de consulta para as empresas na hora de implementação de produtos e padronização de processos. No Brasil, o órgão responsável pela elaboração das normas é a Associação Brasileira de Normas Técnicas, ABNT e é através de uma concordância entre pesquisadores e profissionais da área as determinam.

Estar de acordo com as normas é indispensável para evitar erros e entregar qualidade e segurança aos clientes. A norma da NBR 7199 de vidros para a construção civil, diz que para instalações abaixo de 1,10 em relação ao piso, o uso de vidros de segurança é obrigatório, o que não foi feito no caso deste acidente.

Para fachadas, guarda-corpos e coberturas o uso do vidro laminado é imprescindível, pois em casos de acidentes os fragmentos do vidro ficam presos à película.

Já o vidro temperado, é 5 vezes mais resistente que o comum devido ao seu processo de fabricação. Ele tem sua resistência aumentada pela têmpera, que aquece e resfria o material rapidamente. Por conta dessas tensões, em caso de quebra o vidro estilhaça em pequenos fragmentos sem arestas e lascas o que é muito seguro.

Para casos de vãos maiores, a fixação é feita por ferragens ou as juntas são secas, o vidro temperado-laminado é ideal, ele consegue aliar o benefício dos dois produtos: a maior resistência do vidro temperado e a integridade do vidro laminado.

Ainda segundo a norma, outro vidro que pode ser utilizado é o insulado, desde que em sua composição contenha outros tipos de vidro de segurança.

Quando a altura for acima de 1,10 em relação ao piso o vidro pode ser comum ou impresso desde que a peça seja encaixilhada ou colada em todo perímetro.

Como pudemos ver, atualmente existem muitas opções de vidros que atendem a norma e suprem as necessidades dos clientes e cabe as construtoras escolherem a melhor opção para evitar acidentes.

Cada projeto deve ser tratado de forma individual por profissionais qualificados, capazes de analisar tanto o impacto como a resistência do material para que o mesmo possa desempenhar o papel esperado.

Serviço:
PKO do Brasil
(11) 4791-8999
pkodobrasil.com.br

Cadastro