Eucafloor dá dicas para ajudar na decisão sobre o piso.

Eucafloor

Combinação de vinílicos nos padrões Castanho e Pátina, da linha Eucafloor Life

Diversos fatores influenciam na escolha, desde durabilidade, manutenção e estética até a necessidade de mão de obra especializada e, claro, o preço. A Eucatex, detentora da marca Eucafloor, explica o que deve ser levado em conta na especificação de um novo revestimento e as principais diferenças entre os pisos laminados e vinílicos, para os quais a marca tem diferentes linhas.

Os pisos laminados Eucafloor são produzidos com HPP, substrato exclusivo da Eucatex, composto de partículas de madeira (eucalipto) aglutinadas com resina, que recebem ainda revestimento com padrões amadeirados e fantasia, que reproduzem com fidelidade as cores e texturas encontradas na natureza. Daí o visual e a sensação de aconchego tão próximos da madeira natural. Eles podem ser aplicados em cima de vários revestimentos, desde que esses não apresentem peças soltas e umidade, e “aceitam” irregularidades de até 3 milímetros. Isso faz do piso laminado um excelente custo-benefício, já que dispensa a necessidade de preparo do contrapiso e a produção de resíduos é mínima, evitando-se gastos com caçambas de entulhos e permitindo que o ambiente esteja pronto para ser usado imediatamente após a instalação no sistema click.

Os pisos Vinílicos Eucafloor são feitos em PVC, também em padrões amadeirados e fantasia, mas “exigem” um contrapiso perfeito, ou seja, uma base completamente lisa para não permitir que irregularidades dessa base sejam “reveladas” na superfície do piso após sua colocação.

Outro ponto importante a ser observado: o piso laminado é flutuante, ou seja, é instalado como um tapete, o que permite sua remoção de forma rápida e bem simples. Se aquele padrão já cansou ou se o desejo é seguir as tendências da decoração, basta retirar e instalar um novo. Já no caso do vinílico colado, normalmente após sua remoção será necessário refazer o contrapiso.

“Seja qual for a escolha, é importante ressaltar que o sucesso do projeto depende muito do que se deseja do produto escolhido (um piso com mais sensação de madeira natural como no caso do laminado), do preparo, da instalação e manutenção correta dos pisos. Todos os produtos precisam ser usados com cuidado e com respeito às instruções do fabricante”, diz Flávia Vibiano, gerente de Marketing dos Pisos Eucafloor.

É importante também que sejam respeitadas as orientações de instalação na hora de colocar os pisos. “Orientamos sempre que a contratação de uma mão de obra especializada oferece um trabalho com qualidade”, completa a gerente.

Na instalação dos laminados utiliza-se uma manta de polietileno de 2 milímetros, mas para diminuir os ruídos no ambiente pode optar pelo Eucasoft Premium, manta flexível de células fechadas, com 3mm de espessura, que permite maior isolamento acústico, proporcionando a redução de aproximadamente 35% nos ruídos no próprio ambiente e cerca de 60% entre os pavimentos, na percepção audível.

Tanto o laminado como o vinílico são revestimentos resistentes. Em relação à limpeza, ambos são de fácil manutenção. É muito importante lembrar que os dois não admitem água em abundância. Uma vassoura com cerdas macias e um pano úmido são suficientes para uma limpeza eficiente.

Outros pontos benéficos dos dois tipos de revestimentos estão no conforto térmico que proporcionam para os ambientes em todas as estações do ano.

Quando a dúvida é custo, Flávia observa: “Muita gente questiona sobre o preço final. Neste item, o laminado acaba sendo a opção mais econômica, já que não exige o mesmo preparo de base dos vinílicos e, se desejado, permite a substituição mais facilmente”, finaliza a especialista.

Serviço:
Eucatex
0800 17 2100
eucatex.com.br
eucafloor.com.br