A multinacional austríaca Fronius apresenta sua nova geração de máquinas de soldas Transpocket 150 e Transpocket 180.

Fronius

Elas possuem um design mais moderno e ergonômico, quando comparadas a anterior, além de serem mais eficientes e fáceis na operação.

Por terem uma construção elétrica do tipo inversora, têm um aproveitamento de mais de 90% em relação ao extraído da tomada e entregue durante a soldagem. Por este motivo também pode ser ligada em qualquer tomada doméstica, industrial ou até mesmo de um pequeno gerador sem causar sobrecarga na rede.

Dentre inúmeros benefícios, por se tratar de um inversor, ela garante as características perfeitas de soldagem para diversos tipos de eletrodos, propiciando regulagem mais rápida e precisa. Como resultado, a máquina oferece maior facilidade na abertura de arco, menos respingos além um arco voltaico extremamente estável.

O equipamento possui grau de proteção IP 23, isso significa que está protegido contra água aspergida a um ângulo de até 45 graus e contra objetos sólidos com Ø maior que 12mm. Ainda tem proteção reforçada nos cantos contra abrasão e pequenos impactos. Por serem resistentes são indicadas para canteiros de obras; construções; oficinas; depósitos e etc.

Segundo o gerente da Unidade de Negócio de Soldagem da Fronius, Cláudio Sá, estas ferramentas são ideais para aplicações que requerem mais praticidade, mobilidade e precisão.

“ Ela é leve, portátil, robusta e única disponível no mercado que solda eletrodo celulósico. Pode ser usada com TIG também e possui tecnologia Arc Force (recurso para facilitar abertura do arco em eletrodo e que somente máquinas grandes possuem esta função no mercado), ” explica.

Serviço:
Fronius
11 3563-3800
fronius.com/pt-br