A utilização da técnica construtiva em light steel frame (LSF) vem ganhando cada vez mais força no segmento da construção civil.

Para a ampliação do Lagoa Flat Hotel, localizado em Lagoa da Prata (MG), a construtora Sagi Empreendimentos adotou o método no empreendimento, que contará com 10 andares e 70 apartamentos. No fim deste mês, o hotel vai inaugurar 30 quartos e, até outubro, toda a obra será concluída. Atualmente, o Lagoa Flat Hotel possui 20 unidades habitacionais em quatro andares, além de contar com um moderno elevador panorâmico que proporciona uma vista para a cidade.

A obra tem estrutura em concreto armado e o LSF está sendo aplicado na vedação externa de sete pavimentos pela empresa mineira Lafaete, especializada em soluções construtivas. Os painéis do sistema construtivo foram disponibilizados pré-montados e a vedação foi realizada com um sistema em multicamadas, característico do steel frame. Considerado altamente sustentável, o LSF possibilita mais rapidez na construção, além de proporcionar economia de mão de obra e de materiais.

De acordo com Luciana Lamounier, engenheira da Sagi Brasil, grupo que controla a Sagi Empreendimentos, o sistema construtivo aumentou a produtividade e reduziu os desperdícios e impactos ambientais na obra. “A escolha do steel frame nos trouxe muitos benefícios. Demandou um número menor de funcionários e contribuiu para manter a obra limpa e organizada. É um método rápido, seguro e dinâmico, resistente ao fogo e com excelente desempenho termoacústico, pois suas paredes possuem capacidade estrutural, o que possibilita a construção de lajes secas”, destaca Lamounier.

Os materiais que compõem as camadas externas do Lagoa Flat Hotel são as placas OSB (painéis de tiras de madeira), manta hidrófuga, tela e fita de fibra de vidro nas juntas, placa cimentícia e acabamento superficial com massa. Na face interna, foram utilizadas placas de gesso dos dois lados e, para aumentar a eficiência termoacústica do sistema, o “recheio” dos painéis recebeu lã de vidro. “O steel frame é um sistema construtivo aberto, que possibilita a utilização de diversos materiais de revestimento. É flexível devido à facilidade de reformas e ampliação e racionalizado por otimizar a utilização dos recursos e o gerenciamento das perdas”, explica a engenheira.

Segundo o diretor de Operações da Lafaete, Edison Tateishi, o uso do LSF tem se tornando cada vez mais comum em grandes obras pela rapidez na finalização e em função de ser um produto versátil e ecologicamente correto, pois não há desperdício nem sobra do material. “A durabilidade também é destaque das estruturas metálicas em LSF. Os perfis possuem resistência a cupins, pragas e bactérias e têm vida útil superior a 100 anos. Utilizamos um aço especial, com uma camada de proteção superior, que oferece resistência garantida e permite um cálculo estrutural preciso, atendendo a todas as normas ”, afirma Tateishi.

Serviço:
Lafaete
4007-2448
lafaete.com.br

[CFP_Form id=’2′]