Plataforma de acessibilidade de acordo com as normas.

Acessibilidade em condomínios, escolas, hospitais, entre outros estabelecimentos, é um direito da pessoa com mobilidade reduzida, como deficientes, idosos, gestantes e usuários com carrinho de bebê. As plataformas oferecem praticidade e economia para construções que atendem as normas exigidas por lei, a ABNT NBR 9050. Mas para garantir total segurança na instalação e no manuseio do equipamento pelos usuários é fundamental conhecer alguns itens básicos. Entre vários itens, a Daiken Elevadores listou cinco principais exigências estabelecidas na norma NBR 15655-1 para ajudar na hora da aquisição de uma plataforma de acessibilidade. Confira:

1- Verifique se as plataformas atendem desníveis de até 4 metros, ou seja, ultrapassando essa altura o equipamento está irregular. Para desníveis de até 2 metros (foto), a plataforma não precisa estar enclausurada. Caso o desnível seja maior, é necessário estar fechada com a utilização de paredes;

2- Observe se o acionamento da plataforma é feito por meio de um botão que necessite de pressão constante. Dessa forma, equipamentos com acionamento automático estão fora da norma. Verifique o funcionamento do botão dentro da cabina;

3- Veja se as plataformas oferecem uso autônomo ao usuário. Para isso, o equipamento deve nivelar ao pavimento de acesso por meio de botões externos. Produtos com botões apenas internos são irregulares;

4- Confira se os equipamentos possuem portas fixas em cada pavimento, isso garante a segurança do local com abertura das portas somente com a plataforma nivelada ao piso;

5- Certifique-se que a plataforma possua um sistema de travamento das portas durante o movimento do equipamento.

Serviço:
Daiken Elevadores
(41) 3621-8417
daikenelevadores.com.br