O conceito foi difundido nos anos 80 pelo biólogo Edward O. Wilson e inclui o uso de painéis MDF, MDP e HDF.

Berneck aposta na biofilia para o bem-estar

Harlan Holden Glasshouse Café

Esse conceito vem ganhando espaço e pode ser inserido de várias maneiras em nosso cotidiano. Sua essência é optar por projetos e produtos que, de alguma forma, resgatem a conexão com a natureza. E, como resultado disso, gerar impacto positivo no bem-estar das pessoas, reduzindo níveis de stress, gerando a sensação de pertencimento ou aumento a capacidade de concentração.

Vantagens do design biofílico
Centrada na experiência humana, a biofilia se manifesta como uma abordagem responsiva e intimamente conectada com as necessidades físicas e emocionais dos usuários. Principalmente, ao considerarmos que os espaços afetam diretamente nossas emoções assim como nossa saúde física e mental.

Segundo a consultoria Oliver Heath Design, hospitais que incorporam a biofilia têm redução de 8,5% nos períodos de recuperação pós-operatório e de até 22% no uso de analgésicos. O escritório de arquitetura Athié Wohnrath cita também que em espaços de convívio, principalmente no trabalho, o design biofílico proporciona aumento de 15% do índice de satisfação dos usuários, além de melhorar o estado de saúde físico e mental, e níveis de criatividade.

Ao combinar luz natural, plantas, boa qualidade do ar e ventilação, cores, texturas naturais, materiais e vistas da natureza você certamente terá um impacto positivo. Projetar um espaço de trabalho ou uma casa com materiais como madeira e pedra também são uma ótima maneira de reproduzir elementos da natureza. Incluir grandes janelas, que permitem a entrada de luz solar e visão do exterior, também afeta positivamente o bem-estar geral e os níveis de energia.

No portfólio Berneck®, alguns padrões conectam-se muito bem com essa proposta, como os unicolores Ceramik, Mostrato e Verti; os BPs Marquina, Volakas e Terrazza, que reproduzem pedras e mármores; ou ainda os BPs Panamá e Linen Grigio, que trazem a sensação de tecidos para os painéis de madeira.

Já na linha madeiras, um dos principais elementos utilizados nos projetos de biofilia, são inúmeras as opções de desenhos e texturas: Cinamomo, Faia, Galiano, Nogal Malaga, Louro Freijó, Solanum, Gengibre e Compensato. Todos eles podem ser aplicados no mobiliário sob medida ou revestindo paredes e teto.

Serviço:
Berneck S. A. Painéis e Serrados
(41) 2109-3700
berneck.com.br
@berneckoficial

 

Sua conexão com o Arqbrasil