Usada para intensificar a limpeza, a hidrolavadora tem sido essencial para municípios que passaram a reforçar a higienização nas vias públicas, praças, rodoviárias e locais com grande circulação de pessoas, medida que visa reduzir o contágio da Covid-19.

Hercules Motores

Para evitar desperdícios, o diretor da Hercules Motores Elétricos, Drauzio Menezes, aponta que os motores elétricos utilizados na hidrolavadora devem possuir alto grau de proteção contra água, robustez e baixo peso, e ainda atenderem à Portaria Interministerial Nº 1, de 29 de junho de 2017, que estabelece metas de rendimentos mínimos para motores de indução trifásicos (responsáveis pela maior parcela de consumo de energia elétrica do Brasil).

Menezes comenta que todos os motores trifásicos (IR3) atendendo à portaria resultam na melhoria de desempenho geral do equipamento. “Para as hidrolavadoras, o motor ideal é o IP55, que é blindado e possui proteção contra jatos d’água, garantindo maior vida útil e segurança. Além disso, sua carcaça em alumínio, ao ter contato com a água e produtos químicos, não enferruja”, afirma o diretor.

Já no que tange aos recursos hídricos, ao se atentar que o Brasil chega a desperdiçar 37% de água, conforme dados da Agência Nacional de Águas (ANA), a hidrolavadora com motor adequado utiliza menos água, pois seu custo é calculado pelo volume utilizado e não pela pressão. Como o equipamento utiliza menos água, a conta fica mais barata e não gera desperdício.

Menezes ressalta ainda que a tecnologia garante melhor desempenho para o equipamento. “Esse motor, por exemplo, com a carcaça em alumínio, reduz até 30% do peso comparado aos demais do segmento. Além do alto fator de serviço, possui classe de isolamento F, que suporta até 155°C, o que determina a temperatura máxima que o motor pode suportar continuamente sem ter prejuízos em sua vida útil” afirma.

Serviço:
Hercules Motores Elétricos
tel.: 47 3281 1900
herculesmotores.com.br