Florista da curitibana Esalflores indica plantas ideais para começar pequenos cultivos em casa.

Esalflores

Seja para acrescentar um toque especial a decoração, dar vida a um espaço ou adotar um novo hobby na rotina, cultivar plantas em casa é sem dúvida alguma uma das formas mais interessantes de complementar o ambiente e deixar o lar mais elegante e acolhedor. Para incluir a convivência com flores no dia a dia, o ideal é buscar espécies que não exigem muita atenção e que se adaptam bem a espaços internos.

Plantas que não demandam muita luz e nem uma frequência grande de regas são uma ótima opção. “Há diversos gêneros de flores e plantas que se ajustam bem em locais fechados, mesmo em ambientes mais escuros e úmidos”, comenta Erivaldo Miúdo, florista da Esalflores. “No geral elas são mais descomplicadas de manter e ótimas alternativas para os iniciantes no mundo das plantas”, acrescenta o profissional.

Uma boa sugestão é a planta conhecida como Pacová. “Ideais para casas e apartamentos, ela precisa de claridade mas sem luz direta e pode ser regada apenas duas vezes por semana”, explica o florista. O Lírio da Paz também é uma opção a ser considerada. “Se adapta bem a sombra e não exige mais do que regas esporádicas de acordo com a umidade da terra”, complementa.

Há ainda opções como o Bambu da Sorte e a Avenca, perfeitas para ambientes internos. “Além de se adaptar bem ao interior das casas, elas podem ser mantidas nos vasos com terra ou podem ser transferidas para recipientes somente com água”, explica o florista. O profissional ainda lembra que é sempre importante estar atento ao aspecto da planta e observar a reação dela às condições do ambiente. “Aos poucos é possível perceber qual a frequência ideal de regas e o local perfeito para a planta dentro da residência, fazendo com que a manutenção da planta se torne ainda mais fácil”, completa Erivaldo Miúdo.

Serviço:
Esalflores
tel.(41)3091-0403
esalflores.com.br